Adhemar

"Se Deus não tivesse sido tão paciente comigo, provavelmente não estaria mais vivo, ou pelo menos estaria muito doente."

Em janeiro de 2001 cheguei na gelada Alemanha vindo diretamente do pleno verão de São Paulo. Assim que desci do avião fiquei admirado que na Alemanha se faz tanta espuma para lavar o aeroporto. Este foi o meu primeiro contato com a neve. Pouco tempo depois, no meu primeiro jogo pelo VfB Stuttgart, tive o primeiro encontro com um gigante chamado Lokvenc.

Eu creio que ele usa chuteira número 50, e perto dele eu me senti assim como Davi contra Golias. Apesar disso e do frio terrível, neste primeiro jogo eu fiz três gols e pude mostrar para todos o meu lema, o qual havia escrito em outra camiseta que usava debaixo da camisa do time. Mas algumas pessoas perguntam: - Afinal de contas o que significa a frase: "Deus é fiel"? Com o tipo de vida que eu levei por anos a fio, não existe outra palavra com a qual possa definir a relação de Deus para comigo a não ser "Fidelidade". Se Deus não tivesse sido tão paciente comigo, provavelmente não estaria mais vivo, ou pelo menos estaria muito doente.

Durante minha juventude eu fui viciado. Consumir drogas e um engradado de cerveja por dia era para mim absolutamente normal. Eu estava sempre muito cansado e acabava não percebendo muita coisa que acontecia no mundo ao meu redor. Por causa disso muitas vezes dormia durante as aulas no curso de Artes Plásticas que freqüentava e no geral minha eficiência era muito reduzida.

Um colega chamado Ita sempre me falava que ainda hoje Jesus sara muitas pessoas e que Ele podia me livrar das drogas porque muito me amava. Juntamente com Ita eu jogava pelo "Estrela", um time da Quinta Divisão. Muitas vezes eu pegava no sono quando ele me falava de Jesus ou contava histórias da Bíblia, e até mesmo dormia quando ia na igreja com ele. Devido ao constante consumo de drogas eu sempre andava muito exausto.

Para mim era claro que esta vida maluca que levava, seja trocando de namoradas a cada instante, ou experimentando todo tipo de drogas, um dia iria acabar comigo. Mas eu não sabia como sair disso. Na Bíblia, em João 8, verso 36 está escrito: "Se o Filho os libertar, vocês serão de fato livres". Só que desta libertação naquela época eu ainda estava muito longe. Eu sou muito grato que o Ita não desistiu de me dar esperança, isso apesar de muitas vezes eu zombar dele e dizer que minhas revistas pornográficas eram melhores que sua Bíblia.

Numa noite de grande tempestade, na qual a energia elétrica acabou e eu estava sentado em casa sem poder ver televisão, comecei a pensar em minha vida. Eu estava lá em meu quarto escuro e comecei a lembrar das conversas que já havia tido sobre Jesus. Nesta noite ficou claro que eu realmente precisava de Deus e que Ele era o único que poderia me ajudar. Apesar da chuva eu saí e fui para uma igreja onde naquela noite havia uma reunião de estudo bíblico. Eu sabia do fundo do coração que finalmente precisava retornar a casa do Pai, assim como na história que Jesus contou sobre o Filho Perdido em Lucas 15, versos 11 a 32.

Nesta noite pedi que Jesus fosse para sempre o Número 1 em minha vida. Desde o dia em que fiz esta decisão eu tenho certeza que Deus me ama e está sempre comigo. Por falar em decisão: Num importante jogo de decisão, a nossa equipe do "São Caetano" que estava na Segunda Divisão, tinha que enfrentar o Fluminense no Maracanã lotado com 80.000 torcedores. Nós estávamos em absoluta desvantagem mas eu fiz um gol chutando a 40 metros de distância que nos presenteou com a surpreendente vitória de 1x0. Depois da partida, quando um repórter me perguntou se este foi o gol mais importante da minha carreira, eu tive de responder que não.

Para mim, o "Gol" mais importante da vida foi a minha decisão de andar com Jesus. Eu sempre posso vir para Ele, não importa que tipo de erro que tenha cometido, pois Jesus morreu na cruz exatamente por este motivo – por meus pecados. Deus sempre foi fiel para comigo, mesmo nos tempos em que eu andava completamente afastado dele. Ele é como um amigo fiel. Ficou anos esperando com paciência ao meu lado até que um dia fosse claro para mim que para ser feliz eu não precisava de drogas, mulheres ou uma vida de aventuras, mas simplesmente de seu amor e aconchego.

Muitas pessoas não confiam nEle e por isso também não descobrem que "Deus é fiel". Elas pensam que Deus é um velhinho severo que apenas quer nos castigar. Mas na Bíblia está escrito que Deus ama as pessoas e deseja que elas falem com Ele. –"Eu, um pobre sofredor, chamei o Deus Eterno; Ele me ouviu e me tirou das minhas aflições." Salmo 34, verso 6. Eu desejo muito que você também encontre esta alegria e o amor de Deus em sua vida. Já é tempo de voltar para a casa do Pai, pois "Deus é fiel!"

Se quer saber mais sobre Jesus e o que ele pode fazer por você, clique no botão à esquerda de sua tela e mude sua vida.