Bismark Barreto Faria

BISMARCK - A VOLTA AO MUNDO COM A PERNA QUEBRADA

A Inglaterra vencia o jogo final da Copa TDK (na China), mas o nosso time não se entregava. Na base da raça, conseguimos o empate, e daí por diante, a respiração do público parou, pois o jogo cresceu muito nos minutos finais. Foi aí que recebi a bola na entrada da área. Consegui me livrar de dois zagueiros, driblei o terceiro, e na saída do goleiro chutei forte na pequena brecha que apareceu, para marcar o gol que dava o título ao Brasil.

O estádio quase veio a baixo com a comemoração! Agora só precisávamos "administrar" a vitória, já que a partida estava por se encerrar. Mas, a equipe da Inglaterra reagiu com um fôlego incrível, e partiu pra cima da gente, tentando o gol de empate. Era tudo ou nada, e como vi o lateral esquerdo deles avançar com a bola, reuni todas as forças que tinha para dar combate; não podia deixar ele cruzar aquela bola... Quando cheguei, ele deu um corte para dentro e eu perdi o equilíbrio, caindo com o peso do corpo em cima da minha perna. O estalo que ouvi parecia o barulho de um bambu quebrando. Acabara de fraturar o perônio e romper os ligamentos.

Por quê, Deus, logo comigo!?

Nem queria acreditar no que acontecera, e ao mesmo tempo uma pergunta começou a se formular na minha mente: Por que Deus, uma coisa dessas foi acontecer logo comigo, que sou teu servo?! No hotel, não podia nem mesmo vibrar com o título porque, como os recursos disponíveis eram poucos, a perna foi imobilizada meio de improviso, até que retornássemos ao Brasil.

A dor era tanta que não conseguia nem dormir; se me mexia um pouquinho, ela voltava. O próximo vôo para o Brasil só saía dentro de dois dias. Nunca vi o tempo passar tão devagar em toda a minha vida.

Momentos difíceis

Após seis dias de maratona, conseguimos chegar ao Rio. Fui direto para mesa de operação. Graças a Deus os médicos me animaram com a possibilidade de voltar a jogar futebol, mas me disseram também que esses seriam momentos difíceis. Foram nove meses de recuperação e trabalho de fisioterapia. Nesse tempo todo contei com o apoio e incentivo da minha família, dos meus amigos, e dos meus irmãos da igreja.

Também, pude pensar mais nas coisas de Deus e me aproximar mais d'Ele, porque sabia que em tudo isso Ele tinha um propósito. Passei a orar mais, a estudar a Bíblia, e a pensar na vida e nos seus reais valores. Senti em todo tempo a presença de Jesus, que não me deixou em nenhum momento.

Aprendi que a vida só tem sentido quando está em sintonia e comunhão com Deus. Se a princípio não compreendia porque aquilo tinha acontecido comigo, através daquela experiência pude aprender que o amor e a amizade de Jesus pelos seus queridos não era um negócio "só no papel". Era real!

Voltei a jogar, ganhei muitos prêmios, reconhecimento internacional e continuo conquistando muitos títulos em todas as equipes em que tenho atuado.

Porém, a conquista mais importante da minha vida foi a vida eterna que obtive através do que Jesus Cristo realizou na cruz do Calvário. Lá, Ele me concedeu o perdão e me deixou limpo e perdoado diante de Deus.

Considero o perdão de Deus para minha vida o mais importante título, e o mais belo troféu. É gratificante poder agora jogar no Time de Cristo, um time que não perde nunca, e que também tem um lugar para você.

Se você quer saber de onde o Bismarck tirou tanta força para dar a volta ao mundo com a perna quebrada, e enfrentar seis meses no estaleiro, para depois se tornar um dos melhores jogadores do mundo

Leia : Romanos 8: 31-39

Se quer saber mais sobre Jesus e o que ele pode fazer por você, clique no botão à esquerda de sua tela e mude sua vida.