Carlos Cesar Sampaino Campos

CÉSAR SAMPAIO : O SENHOR É A MINHA ESTRELA

Aos cinco anos, eu já vivia correndo atrás de uma bola junto com a molecada da rua, nos campinhos perto de casa, sem nunca imaginar aonde poderia chegar com o futebol.

Minha carreira começou a decolar em 1980 no time de futebol de salão do São Paulo, onde joguei até 83. Fui para o Santos, onde passei pelas categorias infantil, juvenil, júnior e aspirante.

Em 1986, com 17 anos, tive a minha grande chance de estrear no time profissional. Em 87, fui convocado para a seleção Brasileira de Juniores e em 88 para a Seleção de Novos.

Neste mesmo ano pude assinar meu primeiro contrato como profissional. Comprei meu primeiro carro e passei a ser dono do meu nariz. Consegui ter tudo com que sonhei desde menino. Agora sim eu era feliz!

Mas, para meu desespero, descobri que não era mais feliz do que antes. E o que era pior: nada daquilo conseguia me dar paz e alegria ou preencher o grande vazio que eu sentia em meu interior.

Observando a queda de alguns colegas de time, descobri também que no futebol você não passa de um instrumento. Enquanto você está com a bola cheia e corresponde às expectativas do time, é muito bem tratado. Mas quando você falha, a coisa é diferente e dolorosa.

Na véspera do Natal de 1986, Alex Ribeiro e Johnny Monteiro vieram fazer uma palestra de Atletas de Cristo para os jogadores do Santos. Eles falaram sobre o verdadeiro significado do Natal, e eu tive meu primeiro contato com a Bíblia. A semente foi plantada.

Anos mais tarde, quando eu enfrentava meus questionamentos existenciais, o próprio Johnny apareceu de novo na concentração do Santos, pra pegar no meu pé na recepção do hotel.

- Por que você não convida Jesus a entrar no seu coração? - perguntou o Johnny, como se isso fosse a coisa mais normal do mundo.

- E como é que eu faço? - perguntei intrigado.

- Repete comigo esta oração...

- Está bem, Johnny. Mas anda logo que o pessoal já está chegando e o ônibus já vai sair pro estádio.

Mesmo com pressa, convidei Jesus Cristo para entrar na minha vida, aceitando-o como meu Salvador.

A transformação foi imediata e Deus honrou minha decisão de forma prática: no jogo seguinte fui eleito o melhor jogador em campo, ganhei muitos prêmios e tive certeza de que foi Ele que me deu tudo aquilo.

Nos meses que se seguiram, pude me firmar na Palavra (os ensinamentos da Bíblia) e no compromisso com Deus e a igreja.

Certa vez, quando fui assaltado, levaram meu carro e fiquei sob a mira de um revólver, totalmente à mercê da vontade dos assaltantes. Nesses momentos, tive a certeza de que minha vida não dependia deles e sim de Deus. Pude experimentar a tranqüilidade que só o amor e a fidelidade de Deus podem proporcionar até nos momentos difíceis. Com certeza, eu estive em boas mãos o tempo todo, e continuo a estar, pois o Senhor é a minha estrela.

Para que Jesus Cristo seja seu Senhor e a estrela da sua vida:

Leia: Romanos 8:31-39 e Salmo 23: 4 a 6*

Se quer saber mais sobre Jesus e o que ele pode fazer por você, clique no botão à esquerda de sua tela e mude sua vida.